Sistema Hermes – Malote Digital

O Malote Digital é um sistema desenvolvido com a finalidade de possibilitar comunicações recíprocas, oficiais e de mero expediente. O sistema (originalmente chamado “Hermes”) foi desenvolvido pelo TJ-RN para uso interno. Posteriormente, foi cedido por meio de convênio ao CNJ, onde sofreu adaptações para permitir a troca eletrônica de correspondências com diversos órgãos do Poder Judiciário, passando a ser conhecido como Malote Digital.

img_malote

 

cnj

Benefícios na Utilização do Malote Digital

– É instantâneo. Portanto, é mais eficiente que qualquer serviço de entrega, como, por exemplo os correios ou malotes internos;
– É um serviço confirmado, permitindo o rastreamento dos dados de envio e recebimento (quem recebeu o documento, bem como o dia e hora que foi recebido);
– É mais econômico, pois não há custos com o serviço de entrega. O custo no sistema é zero!
– É ecológico, pois como as postagens são por meio eletrônico, evita-se o uso de envelopes, cola, selos, e diminui o consumo de papel;
– É mais produtivo, pois é mais prático de endereçar e enviar do que os métodos tradicionais. Em caso de ofícios-circulares, por exemplo, um único clicar de botão pode enviar o mesmo documento para inúmeros destinatários simultaneamente.